7 medidas de cuidado com sua área íntima

Foto: Ingimages

não sei, mas muitas das nossas rotinas de higiene diário pode obter o efeito oposto, e se tornam vítimas de infecções vaginais. Toma nota dos hábitos que devem mudar.


De acordo com Maria del Pilar Bernal, clínico geral, alguns dos hábitos de cuidado, podemos alcançar a nossa área íntima o efeito oposto e fazer-nos propensos a infecções vaginais. No entanto, esta não é uma reação atípica, como todas as mulheres podem apresentar esses incômodos a qualquer momento em nossas vidas. O especialista nos dá as seguintes dicas para levar em consideração e reduzir os riscos de infecções.

1. O banheiro é um foco de vírus, bactérias e fungos. O especialista recomenda desinfetá-lo entre duas e três vezes por semana com cloro. E uma vez por semana com um desinfetante em aerossol pode limpar os cantos das superfícies de azulejos e banheiros, para eliminar maiores riscos. Embora não os vejamos, esses microorganismos estão presentes em todos os lugares.

2. Use banheiros públicos o mínimo possível. Embora muitas mulheres usem papel higiênico para cobrir o vaso sanitário ou não se sintam diretamente, muitos microrganismos estão no ambiente. E se por algum motivo, o seu PH mudou naqueles dias, você estará mais propenso a adquirir infecções. 3. A roupa íntima deve ser toda de algodão, pois esse material ajuda a área a respirar. Por esta razão, não é recomendado o uso de roupas sobre roupas, como calças, corpo e jeans, porque essa área é difícil de respirar.

4. Existem cremes depilatórios especiais para o biquíni. Isso ajuda a minimizar os riscos de infecção. O médico diz que se você usa uma lâmina, você quase tem que jogar fora todos os dias, porque o maior erro é deixá-lo sem o protetor no banheiro, por causa da quantidade de microorganismos que circulam nesse espaço. 5. Embora possa parecer complicado, tanto quanto possível depois de ter um relacionamento sexual, é bom tomar banho na área vaginal, já que muitas mulheres podem ser alérgicas ao sêmen ou incubar uma infecção devido à extrema umidade. 6. Nada de usar forros de calcinha, porque esta umidade acumulada promove infecções.

>



> 7. Os sabonetes para a área genital devem ser usados ​​a cada dois dias, não, porque fazê-lo constantemente corre o risco de varrer a flora bacteriana, necessária para proteger contra infecções; então, ao limpar excessivamente, o efeito oposto é criado. Além disso, antes de aplicar, deve ser misturado com água e não diretamente na pele.